Domingo, Março 7, 2021
Inicio Crime Manica: Aumentam casos de violência doméstica durante o Estado de Emergência
- PUBLICIDADE -

Manica: Aumentam casos de violência doméstica durante o Estado de Emergência

O número de vítimas de violência doméstica aumentou durante o estado de emergência na província de Manica, de acordo com dados do Gabinete de Atendimento à Família e Menores Vítima de Violência (GAFMVV).

De 01 de Abril a 30 de Junho do ano em curso, foram registados na província 116 casos de violência doméstica, com 33 queixas de homens e 83 queixas de mulheres. O número de queixas de homens neste período representa quase o dobro dos casos registados no mesmo período de 2019. Do total das denúncias masculinas, 23 estavam relacionadas à tortura física, oito à violência psicológica e duas referentes à violência patrimonial. Na província, 7 em cada 10 denúncias foram de mulheres. Do total de 83 mulheres vitimas de violência doméstica, 65 sofreram agressões físicas de seus parceiros, tendo 21 sofrido lesões graves. Outras 11 mulheres sofreram violência psicológica e cinco violência patrimonial. O balanço trimestral do GAFMVV avança ainda que 13 crianças, com idades entre 13 e 15 anos, foram violadas por adultos, e outras 29 foram forçadas a uniões prematuras.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -
Top Stories

XipalaPala podcast

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

COVID-19: UNICEF emite alerta para saúde mental de 330 milhões de crianças e adolescentes

Cerca de 330 milhões de crianças e adolescentes confinados no contexto da pandemia da COVID-19 correm risco de desenvolver...

África CDC espera treinar 150 epidemiologistas no continente africano

Cento e cinquenta epidemiologistas serão treinados para aumentar a capacidade das instituições de saúde em África. A iniciativa divulgada,...

PMA prevê expandir ajuda a cerca de 500 mil pessoas em Cabo Delgado

O Programa Mundial de Alimentação (PMA) prevê expandir ajuda a cerca de 500 mil pessoas afectadas pela crise humanitária...

Moçambique espera vacinar 16 milhões de pessoas até 2022

Moçambique quer vacinar 16 milhões de pessoas contra a covid-19 até 2022, meta que corresponde a toda a população...

Cidadão morto por rejeitar cerimónia tradicional em Mandlakazi

Um cidadão de 60 anos de idade foi morto à catanada pelo seu próprio filho, de 27 anos, no...
- PUBLICIDADE -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here