Segunda-feira, Setembro 20, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioDesportoO legado de Eusébio: Inspiração para as gerações mais jovens de moçambicanos

O legado de Eusébio: Inspiração para as gerações mais jovens de moçambicanos

- PUBLICIDADE -

Eusébio da Silva Ferreira, mais conhecido como o grande Eusébio, foi um dos melhores jogadores de futebol da história e o mais popular de Moçambique de todos os tempos. 

Sua participação em torneios mundiais, continentais e nacionais, como a Copa do Mundo, a Liga dos Campeões, a Primeira Divisão de Portugal, em que se pode apostar desde marcas como a Betway apostas desportivas, foi preponderante expondo um estilo de jogo único nas competições.

A herança esportiva desta inesquecível lenda incentiva os jovens a se esforçarem para desenvolver ao máximo suas qualidades, e capacidades esportivas no campo de jogo. Seu legado imbatível é motivo de inspiração e exemplo para as gerações atuais do futebol que sonham em se tornar grandes figuras do esporte rei.

Quem foi Eusébio

A herança desportiva desta inesquecível lenda  incentiva os jovens a se empenharem para desenvolver ao máximo suas qualidades e habilidades esportivas em campo. A herança esportiva desta inesquecível lenda incentiva os jovens a se esforçarem para desenvolver ao máximo suas qualidades, e capacidades esportivas no campo de jogo.

Pode-se dizer que Eusébio foi um monarca da bola capaz de mobilizar multidões ao campo e gerar euforia coletiva, seu desempenho enalteceu o esporte e causou um profundo orgulho nacional que hoje em dia encoraja centenas de jovens a continuar seu legado futebolístico.

Eusébio da Silva Ferreira nasceu em 25 de janeiro de 1942 em Lourenço Marques, conhecida atualmente como Maputo, atual capital de Moçambique. Cresceu, junto com seus sete irmãos, dentro de uma família muito humilde e de poucos recursos econômicos.

Fez a sua estreia desportiva aos 15 anos no clube moçambicano ˈMaxaqueneˈ, uma equipa da sua cidade natal onde conseguiu desenvolver as suas habilidades nas categorias inferiores. Em pouco tempo começou a sobressair por seu incrível talento goleador, rapidamente seu nome se difundiu entre s adeptos do desporto africano, sua extraordinária atuação despertou o interesse da organização portuguesa Sport Lisboa e Benfica.

Aos 17 anos, o poderoso clube ofereceu um contrato ao jovem promissor moçambicano e após uma série de conflitos legais por sua transferência ingressou oficialmente à equipe nos anos 1960.

Na década de 60, a ˈPantera Negraˈ brilhou pelos seus excepcionais atributos, viveu uma época de ouro no Benfica e na selecção portuguesa demonstrando velocidade, potência e um habilidoso dinamismo na condução da bola.

Nos anos 70 fez parte de outros grandes clubes como o Boston Minutemen dos Estados Unidos, o CF Monterrey do México, Toronto Blizzard do Canadá, o S.C Beira-Mar de Portugal, Las Vegas Quicksilvers dos Estados Unidos, União de Tomar e o New Jersey Americans dos Estados Unidos, clubes que você pode apostar e tentar a sua sorte entrando na Betway, a marca de apostas mais prestigiada da web.

Legado imortal


A ˈPantera de Moçambiqueˈ transcendeu aos livros de história do futebol como um dos melhores jogadores do mundo. Uma das suas façanhas mais recordadas foi conseguir que a sua selecção Portugal ficasse em terceiro lugar na Copa do Mundo de Futebol de 1966, realizada em Inglaterra. Em 1965 recebeu a Bola de Ouro como melhor jogador da Europa e a Bota de Ouro nos anos 1968 e 1973 como o melhor marcador europeu. 

Com o Benfica tornou-se campeão na UEFA Copa dos Campeões da Europa na temporada 1961-62, ganhou 11 troféus da Primeira Divisão de Portugal e 5 Copas nacionais.

Marcou um total de 679 gols em 678 jogos oficiais em sua carreira profissional de acordo com a FIFA. Em todos os jogos, oˈPérola de Moçambiqueˈ mostrou contundência e uma surpreendente orientação no campo de futebol. Suas técnicas de manipulação curta e longa eram imparáveis, evadia até o sistema defensivo mais sólido com seu futebol criativo e de grande velocidade.

Sua partida causou um vazio insubstituível na fanaticada européia, será lembrado eternamente como uma figura ilustre do gentilício português. Mesmo personalidades do futebol atual como Cristiano Ronaldo e Luis Figo transmitiram seu pesar ante a ausência de um ídolo, uma lenda que foi despedida de pé entre aplausos, ovações e orgulho patrio por ganhar um lugar entre os grandes.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here