Segunda-feira, Setembro 21, 2020
Inicio Destaque Moçambique continua necessitando de ajuda humanitária para vítimas do terrorismo em Cabo...
- PUBLICIDADE -

Moçambique continua necessitando de ajuda humanitária para vítimas do terrorismo em Cabo Delgado

Embora estejam cada vez mais pessoas a se solidarizar com as vítimas dos ataques dos insurgentes em Cabo Delgado, os bens doados continuam insuficientes, uma vez que há registos contínuos dos deslocados de guerra, segundo apontou a Delegação Provincial do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGD).

“Precisamos de quase tudo: comida, roupa e abrigos para as populações que continuam a chegar das zonas consideradas inseguras, onde abandonaram ou perderam quase todos os bens que tinham”, disse Elizete da Silva Manuel, delegada do INGC em Cabo Delgado.

De acordo com o relato da delegada, o número dos deslocados até aqui registado ronda de 200 mil, mas o número tem vindo a aumentar com a sucessiva chegada dos que buscam refúgio.

Por sua vez, o Banco Nacional de Investimento (BNI) doou desde vestuário á alimentos, para ajudar os deslocados de Cabo Delgado. “doamos ao governo da província mil mantas e igual número de capulanas, 500 máscaras de protecção da COVID-19 e alguns produtos alimentares como arroz, feijão e açúcar, que reconhecemos ser insuficientes. Mas poderão fazer alguma diferença no apoio aos necessitados”, palavras proferidas por Tomas Matola do BNI, no momento da entrega do donativo ao secretário de Estado da província de Cabo Delgado.

O governo da província, representado por Armindo Ngunga, aproveitou a ocasião para agradecer ao gesto do , assim como exortar aos demais a adoptarem acções idênticas a favor dos irmãos vitimizados, doando sejam peças de roupa, e utensílios domésticos como panelas e pratos.

Receber notícias por e-mail

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -
Top Stories

XipalaPala podcast

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

UNESCO destaca aumento do número de protestos no mundo

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) destaca um aumento acentuado do...

COVID-19: Cerca de três milhões de trabalhadores da saúde foram infectados no mundo

O número representa 10 por cento dos quase 30 milhões de casos registados desde o início da pandemia. A...

Vinte médicos moçambicanos foram formados em técnicas pedagógicas de cirurgia

A formação que decorreu nos dias 11 e 12 de Setembro, na cidade de Maputo, foi uma iniciativa do...

Automobilistas de Albazine/Praça dos Combatentes reivindicam lotação

Na manhã de hoje, quinta-feira, os automobilistas da Rota Albazine/Praça dos Combatentes, juntaram-se para protestar várias irregularidades que dizem...

OMS, Unicef e Unesco apelam aos governos que priorizem abertura de escolas

A Organização Mundial da Saúde (OMS), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Agência das...

UNESCO destaca aumento do número de protestos no mundo

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) destaca um aumento acentuado do número de protestos no mundo...

COVID-19: Cerca de três milhões de trabalhadores da saúde foram infectados no mundo

O número representa 10 por cento dos quase 30 milhões de casos registados desde o início da pandemia. A informação consta de um estudo,...

Vinte médicos moçambicanos foram formados em técnicas pedagógicas de cirurgia

A formação que decorreu nos dias 11 e 12 de Setembro, na cidade de Maputo, foi uma iniciativa do Colégio de Cirurgiões da África...

Automobilistas de Albazine/Praça dos Combatentes reivindicam lotação

Na manhã de hoje, quinta-feira, os automobilistas da Rota Albazine/Praça dos Combatentes, juntaram-se para protestar várias irregularidades que dizem travar ao longo das viagens...

OMS, Unicef e Unesco apelam aos governos que priorizem abertura de escolas

A Organização Mundial da Saúde (OMS), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Agência das Nações Unidas para a Educação,...

Cólera: Mais de 300 mil pessoas serão abrangidas pela campanha de vacinação

Mais de 300 mil pessoas serão abrangidas pela campanha de vacinação contra a cólera em Cabo Delgado. A actividade vai decorrer entre os dias...

DNTs matam mais de 40 milhões de pessoas por ano no mundo

Sete em cada 10 mortes no mundo são causadas por doenças crônicas como diabetes, cancro de pulmão e doenças cardíacas.  Mikkelsen alertou que muitos...

‘’O número de pessoas com fome deve dobrar no mundo até o fim do ano’’, diz PMA

O número de pessoas com fome deve dobrar no mundo até o fim do ano 2020, segundo Programa Mundial de alimentação (PMA), o objetivo...

Autoridades alertam para intensificação de transmissão em Moçambique

De acordo com o Ministério da Saúde, o país registou, nas últimas duas semanas, o maior aumento de infecções pela COVID-19 e da percentagem...

Cerca de quinhentas mil pessoas poderão ser afectadas por inundações no país

Cerca de 500 mil pessoas estão em risco, devido à possibilidade da ocorrência de cheias nas principais bacias hidrográficas do país, com maior incidência...
- PUBLICIDADE -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here