Domingo, Setembro 19, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioDestaqueMoçambique quer consolidar a posição de exportador de energia no continente africano

Moçambique quer consolidar a posição de exportador de energia no continente africano

- PUBLICIDADE -

O presidente da República, Filipe Nyusi, depois de testemunhar a assinatura do memorando ente a Electricidade de Moçambique (EDM) e empreiteiros vencedores, garantiu que o Estado Moçambicano ira prosseguir na promoção de projectos de infra-estruturas que disponibilizem electrificação á países africanos.

O evento teve lugar em Pemba, na sexta-feira última. Nyusi disse que como estratégia de alcance dos objectivos traçados, o Governo continuará a a postar no projecto Hidroeléctrico Mphanda Nkuwa, por este se mostrar como um potente redutor do défice energético regional.

No mês passado, foi aberto um concurso da empreitada, com finalidade de disponibilizar energia eléctrica a partir de Tete, ao Maláwi.

O arranque das actividades está previsto para o primeiro trimestre do 2021, mas só em 2023 a linha poderá operar. “Esta interligação com o Malawi irá acrescer-se as já existentes com a África do Sul e Zimbabwe, permitindo de imediato à exportação de 50 MW de energia para o Malawi, concretizando, deste modo, a estratégia de interligação regional e exportação de energia e representará I’m encaixe anual de 60 milhões de dólares para a EDM”, esclareceu Nyusi.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here