Segunda-feira, Setembro 21, 2020
Inicio Histórias de Moçambique A história do Banco de Moçambique
- PUBLICIDADE -

A história do Banco de Moçambique

O Banco de Moçambique (BM) é o banco central da República de Moçambique, criado em 1975, dia 17 de Maio, através do Decreto nª 2/75, como forma de honrar assinatura dos Acordos de Lusaka de 1974, tendo herdado o património e valores do Departamento de Moçambique, do Banco Nacional Ultramarino. O Banco de Moçambique tem a sua sede  na capital do país, Maputo, e até 2005 somente tinha representações regionais na Beira e Nampula, tendo mais tarde expandido em outras delegações nas capitais provinciais.

Antes, o  Banco de Moçambique tinha a função comercial, a qual foi dissolvida em 1992 e adoptada uma nova  função de banco central, no mesmo ano, segundo  aprovou à Lei 1/92, de 3 de Janeiro – Lei Orgânica do Banco – que estabelece a natureza, objectivos e funções do BM como Banco Central. Tendo essa lei como Com  principal objectivo a preservação da moeda nacioal.

A história do BM está visivelmente ligada à evolução do país.

O marco muito importante de 1980, no dia 16 de Junho,  foi a substituição, da moeda colonial (o escudo) pelo metical, missão essa  operada com total sucesso e em  pouco tempo.

Em 2015, o BM aprovou a sua quarta geração de Plano Estratégico para o triénio 2015/2017. O mesmo representa um instrumento de gestão que conduz a instituição ao cumprimento, com sucesso, das suas funções e atribuições consagradas na Lei Orgância.

Funções do BM segundo a lei Orgânica

Banqueiro do Estado; Conselheiro do Governo no domínio financeiro; Orientador e controlador das políticas monetária; e cambial Gestor das disponibilidades externas do País Intermediário nas relações monetárias internacionais; Supervisor das instituições financeiras.

Visão e valores do BM

 A Visão Estratégica do Banco de Moçambique é consolidar-se como uma instituição de excelência que contribui para a estabilidade macroeconómica do País.

 Os valores organizacionais do Banco de Moçambique são representados pela sigla “TEACHA”:

  • Transparência;
  • Envolvimento;
  •  Auto desenvolvimento;
  • Competência;
  • Honestidade;
  • Assiduidade.

Receber notícias por e-mail

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -
Top Stories

XipalaPala podcast

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

UNESCO destaca aumento do número de protestos no mundo

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) destaca um aumento acentuado do...

COVID-19: Cerca de três milhões de trabalhadores da saúde foram infectados no mundo

O número representa 10 por cento dos quase 30 milhões de casos registados desde o início da pandemia. A...

Vinte médicos moçambicanos foram formados em técnicas pedagógicas de cirurgia

A formação que decorreu nos dias 11 e 12 de Setembro, na cidade de Maputo, foi uma iniciativa do...

Automobilistas de Albazine/Praça dos Combatentes reivindicam lotação

Na manhã de hoje, quinta-feira, os automobilistas da Rota Albazine/Praça dos Combatentes, juntaram-se para protestar várias irregularidades que dizem...

OMS, Unicef e Unesco apelam aos governos que priorizem abertura de escolas

A Organização Mundial da Saúde (OMS), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Agência das...

Exploração da mão-de-obra infantil em tempos da pandemia da Covid-19

Rosto pálido, boca seca e semblante cansado, é como se apresenta Manuel Simbine, nome fictício, vendedor ambulante nas artérias da cidade de Maputo de...

Herança do curandeirismo em Moçambique

Sons atípicos de tambores e cânticos altos, descrevem os locais onde muitos moçambicanos se refugiam em busca de tratamento tradicionais para resolver seus problemas...

Moçambique tem um dos dez mais bravos fiscais de reservas do continente africano.

A Fundação Alibaba edição 2020 mencionou  , fiscal da Reserva Especial de Maputo, no Ranking dos dez mais bravos fiscais do Continente Africano, com...

Conheça os recursos minerais existentes em Moçambique

Moçambique é um país rico em diversificados recursos minerais do Rovuma ao Maputo. E actualmente o maior investimento é voltada a exploração de gás...

Moçambique: A morte na cultura macua

Tal como acontece no nascimento também na morte, existe uma série de ritos que são praticados em cerimónias para encaminhamento da vida eterna. É de...

Entenda mais sobre a cultura do povo Macua

Introdução O povo macua constitui cerca de um terço da população moçambicana. É descendente dos Bantu, originário da região Centro-Africana(grande lagos), ou seja das grandes...

“Moçambique” Cultura Sena – Chisena

Sena é a língua predominante em Tete e Noroeste. Nesta região, a base da alimentação é a mapira, milho, meixoeira-cereais de alto poder nutritivo....

Origem do Xichangana e suas características

Xichangana é uma língua de origem “bantu”, falada na região sul de Moçambique, exactamente na província de Gaza e na  província de Maputo, nos distritos...

Grupos étnicos – região centro de Moçambique

Nos séculos I a IV, a região começou a ser invadida pelos Bantu que eram agricultores e já conheciam a metalurgia do ferro. A...

História da zona centro de Moçambique

Foi o ouro que determinou a fixação na costa do Oceano Índico, primeiro dos mercadores e colonos árabes oriundos da região do Golfo Pérsico,...
- PUBLICIDADE -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here