Terça-feira, Setembro 28, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioNotíciasJunta Militar da Renamo acusada de rapto e morte de cidadão em...

Junta Militar da Renamo acusada de rapto e morte de cidadão em Búzi

Um dos comprovativos de que as ossadas eram do sequestrado, foram os seus documentos encontrados no local. "Não tivemos dúvidas de que as ossadas pertenciam ao finado" acrescentou Macuacua.

- PUBLICIDADE -

A Polícia da República de Moçambique (PRM), acusa a Junta Militar da Remano de raptar o Director da Escola Primária Completa de Marongamisse II, em Sofala, e da sua posterior morte.

De acordo com Daniel Macuacua, Porta-Voz do Comando Provincial da PRM, foi com base na investigação feita que se constatou que o rapto e homicídio foi protagonizado pela auto proclamada Junta Militar da Renamo.

O finado foi sequestrado no mês passado (Maio) em sua residência. E a sua morte foi comprovada à 14 do corrente mês, depois do trabalho feito lado a lado pela SERNIC e a Saúde, onde encontraram ossadas do finado em uma mata.

Um dos comprovativos de que as ossadas eram do sequestrado, foram os seus documentos encontrados no local. “Não tivemos dúvidas de que as ossadas pertenciam ao finado” acrescentou Macuacua.

O Porta-voz da PRM em Sofala, apela à mais vigilância nas comunidades e denuncias em casos suspeitos.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here