Quinta-feira, Setembro 16, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioNotíciasReduz taxa de mortalidade infantil em Moçambique

Reduz taxa de mortalidade infantil em Moçambique

- PUBLICIDADE -

De acordo com o relatório que analisa dados da mortalidade materna, realizado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2019, entre 1990 e 2018, Moçambique registou uma taxa média anual de redução da mortalidade em crianças com menos de 5 anos de 4,3 por cento. Em 1990, a probabilidade de
uma criança morrer antes dos cinco anos era de 241 crianças em cada 1.000 em Moçambique, número que passou para 79 por 1.000, em 2018. Desta forma, as mortes infantis caíram de 129 mil para 79 mil.

O relatório assinala que foram alcançados “grandes progressos” em muitos países, incluindo países em vias de desenvolvimento como Moçambique, Etiópia, Libéria, Malawi, Nepal, Níger, Ruanda, Uganda e Tanzânia, que tiveram uma redução de cerca de dois terços nas suas taxas de mortalidade. Para as Nações Unidas, as conquistas destes países na redução da mortalidade neonatal durante este período, demonstram que com “compromissos certos, esforços concertados e vontade política, é possível alcançar objectivos ambiciosos”. Entre os países lusófonos africanos, São Tomé e Príncipe registou a melhor taxa de redução da mortalidade infantil ao atingir 4,4 por cento, seguido Moçambique com 4,3 e Cabo Verde 4,1 por cento. A ONU estima que a cada 11 segundos, uma mãe ou um bebé morre durante o parto.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here