Segunda-feira, Setembro 27, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioSociedadeACLED revela violência contra a mulher com incidência no conflito em Cabo...

ACLED revela violência contra a mulher com incidência no conflito em Cabo Delgado

- PUBLICIDADE -

Cento e quarenta e três mulheres e raparigas tiveram os seus direitos violados entre Fevereiro de 2019 e Julho de 2021, desde que iniciaram os ataques terroristas em Cabo Delgado. Deste número, 98 foram sequestradas, 27 sofreram abuso sexual, 15 foram mortas e três sofreram agressões físicas.

Os dados constam da base do Armed Conflict Location and Event Data Project (ACLED), divulgados semanalmente. Os eventos decorreram nos distritos de Macomia, Mocímboa da Praia, Quissanga, Ibo, Muidumbe, Palma e Nagande. A maioria dos sequestros ocorreram no distrito de Macomia com mais de 80 por cento dos casos na sua maioria adolescentes. A agressão sexual também teve maior incidência em Macomia.

Apesar de apresentar dados concretos sobre a violação dos direitos das mulheres, a ACLED adverte que o número pode ser muito maior porque a maior parte dos casos não são reportados. ACLED é um projecto desagregado de recolha de dados, análise e mapeamento de crises em todo mundo e criou um site para específico para dados de Cabo Delgado.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here