Domingo, Março 7, 2021
Inicio Economia Banco Mundial aprova doação para diminuir impacto da COVID-19 em moçambique
- PUBLICIDADE -

Banco Mundial aprova doação para diminuir impacto da COVID-19 em moçambique

O Banco Mundial aprovou uma doação no valor de 100 milhões de dólares para apoiar na redução do impacto da pandemia da COVID-19 em Moçambique. O apoio visa reforçar os serviços de saúde, melhorar o acesso à água e saneamento e ampliar a cobertura de programas de protecção social, bem como criar um melhor ambiente de negócios. Em comunicado divulgado última sexta-feira, a economista do Banco Mundial, Carolin Geginat, disse que a pandemia da COVID-19 atingiu Moçambique num momento particularmente débil, já que o país tenta recuperar-se de grandes choques, incluindo a crise da dívida e os efeitos devastadores de dois ciclones, o que torna esta operação oportuna e crítica. A doação faz parte de um conjunto de acções de apoio que o Banco Mundial tem prestado a Moçambique desde 2017. Moçambique tem um total acumulado de 11.986 casos de infecção pelo novo coronavírus, 78 por cento dos quais recuperados, e 86 mortes.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -
Top Stories

XipalaPala podcast

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

COVID-19: UNICEF emite alerta para saúde mental de 330 milhões de crianças e adolescentes

Cerca de 330 milhões de crianças e adolescentes confinados no contexto da pandemia da COVID-19 correm risco de desenvolver...

África CDC espera treinar 150 epidemiologistas no continente africano

Cento e cinquenta epidemiologistas serão treinados para aumentar a capacidade das instituições de saúde em África. A iniciativa divulgada,...

PMA prevê expandir ajuda a cerca de 500 mil pessoas em Cabo Delgado

O Programa Mundial de Alimentação (PMA) prevê expandir ajuda a cerca de 500 mil pessoas afectadas pela crise humanitária...

Moçambique espera vacinar 16 milhões de pessoas até 2022

Moçambique quer vacinar 16 milhões de pessoas contra a covid-19 até 2022, meta que corresponde a toda a população...

Cidadão morto por rejeitar cerimónia tradicional em Mandlakazi

Um cidadão de 60 anos de idade foi morto à catanada pelo seu próprio filho, de 27 anos, no...
- PUBLICIDADE -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here