Domingo, Março 7, 2021
Inicio Internacional Cerca de 260 milhões de pessoas fazem suas casas de escritórios no...
- PUBLICIDADE -

Cerca de 260 milhões de pessoas fazem suas casas de escritórios no mundo

Cerca de 260 milhões de pessoas no mundo faziam suas de escritórios antes da pandemia da COVID-19. Os números representam 7,9 por cento do emprego global, dos quais 56 por cento eram mulheres.

Os dados são do relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT), publicados esta quarta-feira. Apesar da OIT de ter garantido que há tendência de aumento de trabalho a partir de casa para os próximos anos, a agência disse que os números finais de 2020 ainda não estão disponíveis. Para se ter uma ideia, nos primeiros meses da pandemia do novo coronavírus, 20 por cento dos trabalhadores estavam em casa.

A directora da OITLisboa, Mafalda Troncho, disse que o relatório reconhece as vantagens deste tipo de trabalho. Troncho acrescentou também que o estudo permite perceber como a pandemia veio tornar mais claras as más condições de trabalho de muitos trabalhadores. Mafalda Troncho falou da convenção 177 da OIT sobre o trabalho a domicílio, publicado em 1996. Troncho disse que a convenção ganhou atualidade com a pandemia que aumentou número de trabalhadores em casa.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -
Top Stories

XipalaPala podcast

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

COVID-19: UNICEF emite alerta para saúde mental de 330 milhões de crianças e adolescentes

Cerca de 330 milhões de crianças e adolescentes confinados no contexto da pandemia da COVID-19 correm risco de desenvolver...

África CDC espera treinar 150 epidemiologistas no continente africano

Cento e cinquenta epidemiologistas serão treinados para aumentar a capacidade das instituições de saúde em África. A iniciativa divulgada,...

PMA prevê expandir ajuda a cerca de 500 mil pessoas em Cabo Delgado

O Programa Mundial de Alimentação (PMA) prevê expandir ajuda a cerca de 500 mil pessoas afectadas pela crise humanitária...

Moçambique espera vacinar 16 milhões de pessoas até 2022

Moçambique quer vacinar 16 milhões de pessoas contra a covid-19 até 2022, meta que corresponde a toda a população...

Cidadão morto por rejeitar cerimónia tradicional em Mandlakazi

Um cidadão de 60 anos de idade foi morto à catanada pelo seu próprio filho, de 27 anos, no...
- PUBLICIDADE -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here