Segunda-feira, Outubro 18, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioSociedadeCerca de 30 mulheres e meninas raptadas em Cabo Delgado voltam ao...

Cerca de 30 mulheres e meninas raptadas em Cabo Delgado voltam ao convívio social

- PUBLICIDADE -

Cerca de 30 adolescentes e mulheres que foram raptadas e feitas reféns durante um dos ataques dos insurgentes nos distritos de Macomia e Muidumbe, na província de Cabo Delgado, reapareceram na última semana, na vila de Macomia.

As vítimas reapareceram em dois grupos durante a semana passada, o primeiro grupo de nove reapareceu no dia 13 e o segundo grupo com mais de 20 mulheres e adolescentes, incluindo raparigas grávidas, reapareceu no dia 15. Sulemane Rachid, activista social, disse que algumas meninas preferem continuar nas matas porque têm receio de chegar à vila e sofrer julgamento popular por terem “convivido” com os terroristas mesmo contra vontade.

Dados recolhidos pela equipa do Xipalapala Info na plataforma Armed Conflict Location and Event Data Project (ACLED) indicam que, entre Fevereiro de 2019 e Julho de 2021, 98 mulheres foram raptadas nos distritos de Macomia, Mocímboa da Praia, Quissanga, Ibo, Muidumbe, Palma e Nagande, em Cabo Delgado. O relatório do ACLED, actualizado semanalmente, adverte que o número pode ser muito maior porque a maior parte dos casos não são reportados.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here