Segunda-feira, Setembro 20, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioInternacional“Cerca de 4,16 milhões enfrentam risco de mutilação genital feminina em 2021”,...

“Cerca de 4,16 milhões enfrentam risco de mutilação genital feminina em 2021”, diz ONU

- PUBLICIDADE -

Cerca de 4,16 milhões de mulheres e meninas correm risco de mutilação genital em todo mundo. Os dados foram divulgados, último sábado, pelas Nações Unidas (ONU) durante a celebração do Dia Internacional da Tolerância Zero à Mutilação Genital Feminina.

Dados da ONU apontam que a prática pode estar presente em cerca de 90 países em todo mundo. Segundo a ONU, as restrições devido à COVID-19, principalmente o encerramento das escolas, aumentam o risco para se realizar a mutilação genital feminina em casa.

De acordo com a ONU, o facto pode aumentar o risco de complicações de saúde, incluindo a transmissão da COVID-19. A Organização das Nações Unidas para Mulheres (ONU Mulheres) pediu que a data seja usada para promover mudanças de comportamento contra a prática.

A ONU Mulheres apelou também para financiamento de iniciativas que ajudam a combater a prática. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) a prática consiste em remover parcial ou totalmente a genitália externa feminina ou causar outro dano a esses órgãos. Segundo a OMS, não existem razões médicas para a realização da mutilação genital feminina.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here