Quinta-feira, Setembro 23, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioInternacional Continente africano regista casos de resistência aos medicamentos contra malária

 Continente africano regista casos de resistência aos medicamentos contra malária

- PUBLICIDADE -

África pode estar a registar casos de resistência aos medicamentos contra a malária. O alerta é de um estudo feito em Ruanda, publicado na última quarta-feira, no jornal Lancet Infectious Diseases.

O estudo mapeia mudanças semelhantes às que aconteceram há uma década, quando a resistência aos medicamentos contra a malária se espalhou no sudeste da Ásia. Os autores do estudo descobriram que dar a uma criança uma série de medicamentos compostos de artemisinina nem sempre elimina os parasitas da malária de seu sangue em três dias, como deveria.

Os pesquisadores monitoraram o tratamento de 224 crianças com malária com idades entre seis meses e cinco anos em três áreas de Ruanda, nas regiões de Masaka, Rukara e Bugarama. Em dois dos locais, cerca de 15 por cento das crianças ainda apresentavam parasitas detectáveis após três dias.

Os dados enquadram-se nos critérios de resistência parcial ao medicamento estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS). De acordo com a OMS, em Novembro do ano passado, o continente africano registou 384 mil mortes por malária das 409 mil mortes a nível mundial.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here