Domingo, Abril 11, 2021
Inicio Internacional COVID19: Cyril Ramaphosa defende o acesso rápido e equitativo à vacina
- PUBLICIDADE -

COVID19: Cyril Ramaphosa defende o acesso rápido e equitativo à vacina

O Presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, defende o acesso rápido e equitativo às vacinas contra a COVID-19 no combate global para superar a pandemia causada pelo novo coronavírus. Cyril Ramaphosa disse que para combater a pandemia, é preciso reunir recursos, capacidades, conhecimento e propriedade intelectual.

O líder sul africano apela aos líderes mundiais a apoiar a iniciativa Covax para garantir o acesso rápido e equitativo às vacinas COVID-19 para todos os países. Ramaphossa enalteceu o Presidente francês, Emmanuel Macron e a UE União Europeia por estes doarem 5 por cento das vacinas adquiridas aos países em desenvolvimento.

O chefe de Estado sul-africano disse ainda ser importante e que os líderes mundiais permitam a transferência de tecnologia médica durante a pandemia. O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, alertou esta segunda-feira que dez países administraram 75 por cento das vacinas contra a COVID-19 e que 130 não receberam uma única dose.

A Covax é uma iniciativa conjunta da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da Aliança para o Acesso às Vacinas GAVI para fornecer vacinas contra a COVID-19 a países de médio e baixo rendimento.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -
Top Stories

XipalaPala podcast

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

ONU apela à promoção do acesso universal aos cuidados de saúde

O mundo deve renovar o compromisso com o sector da saúde na promoção do acesso universal aos cuidados de...

Vinte e sete milhoes de pessoas enfrentam insegurança alimentar na RDC

Vinte e sete milhões de pessoas na República Democrática de Congo (RDC) enfrentam insegurança alimentar. Os dados representam cerca...

Governo anuncia intolerância contra as violações dos direitos humanos em Moçambique

O Governo moçambicano vai tomar medidas contra as violações dos direitos humanos por parte dos membros das Forças de...

Cabo Delgado: Doze estrangeiros foram decapitados em Palma

Informações avançadas pelo jornal O País, na tarde desta quinta-feira, indicam que 12 estrangeiros, que se encontravam “refugiados” no Hotel...

Moçambique: Banco dos EUA financiou projeto da Total apesar dos riscos

O Banco de Exportações e Importações dos Estados Unidos da América (EUA) aprovou um empréstimo de 4,7 mil milhões...
- PUBLICIDADE -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here