Quinta-feira, Setembro 23, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioNotíciasDoenças mortais ameaçam 250 mil crianças deslocadas em Cabo Delgado

Doenças mortais ameaçam 250 mil crianças deslocadas em Cabo Delgado

- PUBLICIDADE -

Cerca de 250 mil crianças deslocadas pela crise na província de Cabo Delgado, estão em risco de contrair doenças mortais com o início das chuvas. O alerta foi feito esta terça-feira pelo Fundo de Emergência Internacional da Organização das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

A agência apelou para a necessidade do melhoramento dos serviços de água potável, saneamento e higiene para reduzir a chance de surto de doenças de origem hídrica como a cólera. Segundo a UNICEF, a falta de água nos campos de deslocados pode aumentar a disseminação da COVID-19.

A directora executiva da UNICEF, Henrietta Fore, falou das dificuldades que a província de Cabo Delgado enfrenta nos últimos anos. Fore disse que o ciclone Kenneth, as inundações, secas, dificuldades socioeconómicas ligadas à pandemia de COVID-19 e conflitos, agravaram a vida das crianças na província.

A UNICEF espera arrecadar, até 2021, 52,8 milhões de dólares norte-americanos, para responder às necessidades humanitárias urgentes em Moçambique. Segundo a agência, deste valor, 30 milhões serão destinados ao Plano de Resposta Humanitária para Cabo Delgado.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here