Quinta-feira, Setembro 23, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioSociedadeDoze raparigas envolvidas em uniões prematuras forçadas “ganham” liberdade na Zambézia

Doze raparigas envolvidas em uniões prematuras forçadas “ganham” liberdade na Zambézia

- PUBLICIDADE -

Um total de 12 raparigas que estavam envolvidas em uniões prematuras forçadas, no distrito de Milange, na província da Zambézia, foram libertas e devolvidas às respectivas famílias, no primeiro semestre deste ano, disse a secretária permanente do distrito de Milange, Rosa Savaio.

A secretária permanente falava durante uma visita efectuada pelos deputados da Assembleia da República, afectos ao Gabinete da Juventude Parlamentar, para aferir o grau de implementação da política da juventude, aprovada pela Assembleia da República. As raparigas em questão, voltaram a frequentar a escola.

Savaio disse ainda que as mesmas foram libertas após denúncias feitas pelos Comités Comunitários de Protecção à Criança e Acção Social, que desencadeou um trabalho de identificação e libertação das vítimas. O governo distrital está a desenvolver palestras de sensibilização com vista a redução de casos de uniões prematuras. Para o efeito, foram criados 14 e revitalizados 16 comités comunitários de protecção a criança totalizando 30.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here