Quinta-feira, Setembro 16, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioInternacional Estudo conclui existência de doenças psicológicas ligadas à COVID-19

 Estudo conclui existência de doenças psicológicas ligadas à COVID-19

- PUBLICIDADE -

Um terço das pessoas que foram infectadas pela COVID-19 desenvolveu uma condição psicológica ou neurológica. O surgimento dessas condições é associado ao estresse da experiência de estar muito doente ou de ser levado ao hospital.

A informação consta de um estudo da Universidade de Oxford, publicado na semana passada na revista Lancet Psychiatry. Os pacientes que foram internados são os que mais desenvolveram condições psicológicas.

A ansiedade e transtornos do humor foram os diagnósticos mais comuns entre as pessoas com COVID-19. A demência e a psicose são outras condições psicológicas que aparecem na lista.

A professora do Instituto de Psiquiatria, Psicologia e Neurociência do King’s College London, Til Wykes, disse que o estudo confirma as suspeitas de que um diagnóstico de COVID-19 não está apenas relacionado a sintomas respiratórios, mas também a problemas psiquiátricos e neurológicos.

O estudo analisou os registos médicos eletrónicos de mais de meio milhão de pacientes nos Estados Unidos e suas chances de desenvolver uma das condições psicológicas ou neurológicas.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here