Quinta-feira, Dezembro 2, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioSaúdeEstudo conclui que vacinas contra COVID-19 protegem mais que a imunidade de...

Estudo conclui que vacinas contra COVID-19 protegem mais que a imunidade de uma doença anterior

As vacinas contra a COVID-19 oferecem maior protecção do que a imunidade resultante de uma infecção anterior pela doença. A conclusão é de um estudo publicado pelo Centro de Controlo e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos.

- PUBLICIDADE -

As vacinas contra a COVID-19 oferecem maior protecção do que a imunidade resultante de uma infecção anterior pela doença. A conclusão é de um estudo publicado pelo Centro de Controlo e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos.

Segundo o estudo, as pessoas não vacinadas que foram infectadas meses antes têm cerca de cinco vezes mais probabilidades de contrair a COVID-19 do que pessoas com vacinação completa e sem infecção anterior.

O estudo procurou analisar 190 hospitais em nove estados americanos. Ao todo, foram considerados dados de cerca de sete mil pessoas pacientes adultos que foram hospitalizados neste ano com doenças respiratórias ou sintomas semelhantes aos de COVID-19.

Os investigadores consideraram ainda outros dados, como a idade e a intensidade da circulação do vírus em diferentes áreas para concluir que o grupo não vacinado corria um risco maior de contrair a doença. O estudo dá apoio a algumas investigações anteriores, incluindo pesquisas que encontraram níveis mais elevados de anticorpos em pacientes vacinados do que em outros que haviam contraído a doença.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here