Terça-feira, Setembro 28, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioInternacional HIV: Quénia enfrenta crise de medicamentos antirretrovirais

 HIV: Quénia enfrenta crise de medicamentos antirretrovirais

- PUBLICIDADE -

Quénia enfrenta crise de medicamentos antirretrovirais usado para o tratamento de pessoas que vivem com HIV. A crise de medicamento coloca em maior risco as mulheres grávidas, crianças e bebés.

O alerta foi emitido, última sexta-feira, pela Sociedade Farmacêutica do Quénia. Além dos medicamentos, o país enfrenta a falta de testes rápidos para o HIV, facto que dificulta o combate à doença.

A informação foi divulgada quatro meses depois que a Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que cerca de 70 países corriam o risco de ficar sem medicamentos para HIV devido à pandemia COVID-19, que interrompeu o fornecimento.

Em Maio do ano passado, a OMS informou que interromper o fornecimento de antirretrovirais poderia aumentar em dobro o número de mortes por HIV na África Subsaariana em apenas seis meses. De acordo com os dados do Programa das Nações Unidas sobre o SIDA, O HIV infecta 1,7 milhão de pessoas a cada ano e mata cerca de 690 mil.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here