Quinta-feira, Dezembro 2, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioSociedadeHospital Central da Zambézia precisa de 200 milhões de meticais para o...

Hospital Central da Zambézia precisa de 200 milhões de meticais para o bom funcionamento

A maior unidade sanitária da província da Zambézia, o Hospital Central de Quelimane (HCQ), necessita de pelo menos 200 milhões de meticais para o pleno funcionamento, provendo bens e serviços, bem como a manutenção de equipamentos.

- PUBLICIDADE -

A maior unidade sanitária da província da Zambézia, o Hospital Central de Quelimane (HCQ), necessita de pelo menos 200 milhões de meticais para o pleno funcionamento, provendo bens e serviços, bem como a manutenção de equipamentos.

A informação foi avançada esta quarta-feira pelo director geral do HCQ, Ladino Suade, durante a cerimónia de celebração do quinto aniversário de existência daquela unidade sanitária.

Suade disse que o empreendimento que entrou em funcionamento em 2016 tem uma capacidade de 600 camas e iniciou com 300 trabalhadores, número correspondente a demanda de trabalho que recebia, passados cinco anos, o número de funcionários aumentou para 800, entre os quais quadros qualificados e médicos especialistas. O HCQ foi concebido com todos os serviços necessários, nomeadamente para o tratamento de problemas renais, gastro, cardiologia, neurologia e outras.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here