Quinta-feira, Setembro 16, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioNotíciasMISAU deve incluir activistas comunitários no grupo prioritario de vacinação

MISAU deve incluir activistas comunitários no grupo prioritario de vacinação

- PUBLICIDADE -

Os activistas comunitários de saúde devem estar nos grupos prioritários na vacinação contra a COVID-19 no país. O alerta foi emitido pelo Observatório Cidadão para a Saúde (OCS), esta segunda-feira.

A organização não-governamental moçambicana, entende que os activistas estão igualmente expostos à infecção pelo novo coronavírus. O director do OCS, Jorge Matine, disse que são eles que fazem o levantamento e entrega de fármacos para pessoas com deficiência física ou mental.

Matine disse que a exposição ao novo coronavírus deste grupo agrava-se pelo facto de nunca terem recebido material de protecção, desde o início da pandemia em Moçambique, em Março de 2020. Os activistas mantêm contacto directo e constante com as unidades de saúde ao transportarem medicamentos e informações para os pacientes incapacitados de percorrer grandes distâncias, devido a doenças como a Sida e a tuberculose.

A primeira fase de vacinação contra a COVID-19 teve lugar semana passada. A vacinação só foi possível graças as 200 mil doses de vacinas oferecidas ao país pela China. Após o arranque da primeira fase, chegou um reforço de 100 mil doses oferecidas pela Índia e 384 mil do mecanismo Covax, uma iniciativa da OMS em prol da vacinação dos países pobres.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here