Domingo, Setembro 19, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioNotíciasMulheres assumem papéis activos no grupo dos insurgentes em Cabo Delgado

Mulheres assumem papéis activos no grupo dos insurgentes em Cabo Delgado

- PUBLICIDADE -

Os grupos rebeldes que actuam na província de Cabo Delgado contam com mulheres em tarefas de recrutamento, observação (espionagem) e acções armadas. A informação consta de um estudo intitulado “O Papel das Mulheres no conflito em Cabo Delgado: Entendendo Ciclos Viciosos da Violência”, do pesquisador do Observatório do Meio Rural (OMR), João Feijó, divulgado esta segunda-feira.

O estudo refere que tal como noutros conflitos, as mulheres têm uma participação minoritária em acções de combate na guerra no norte de Moçambique. O estudo do Feijó aponta a intimidação e coação como métodos de recrutamento de mulheres que acabam se filiando aos grupos armados.

O estudo indica que a violência contra as mulheres constitui uma prática corrente em conflitos armados e Cabo Delgado não é excepção. O estudo refere ainda que as mulheres raptadas que estiveram nas bases de insurgentes viram crianças e adolescentes a fazer treinos militares e lutas com catanas, bem como jovens há dois e três anos no grupo, ansiosos pela sua primeira missão.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here