Segunda-feira, Outubro 18, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioDestaqueOitenta e seis milhões de pessoas na África Subsaariana poderão migrar dentro...

Oitenta e seis milhões de pessoas na África Subsaariana poderão migrar dentro dos seus países

O estudo mostra que os focos desse movimento interno devem surgir já no fim desta década e se intensificar nos próximos 20 anos.

- PUBLICIDADE -

Oitenta e seis milhões de pessoas na África Subsaariana poderão migrar dentro dos seus países se os efeitos da mudança climática não forem mitigados. A informação consta do relatório intitulado “Groundwell part II – Agir sobre a migração climática interna”, publicado na semana finda pelo Banco Mundial.

O dado representa o número total da população de cinco dos 47 países da África Subsaariana como Moçambique, África do Sul, Malawi, Namíbia, Botswana e Mauritânia. O estudo mostra que os focos desse movimento interno devem surgir já no fim desta década e se intensificar nos próximos 20 anos.

O documento que analisou os efeitos migratórios na América Latina, Norte da África, África Subsaariana, Europa Oriental e Ásia Central, Sul Asiático, e Leste Asiático e Pacífico, conclui que a nível global serão no total 216 milhões de pessoas que serão forçadas a migrarem internamente por conta das mudanças climáticas.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here