Quinta-feira, Setembro 16, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioNotíciasOMM revela impacto das mudanças climáticas na América Latina desde 1998

OMM revela impacto das mudanças climáticas na América Latina desde 1998

- PUBLICIDADE -

Os eventos ligados ao clima e desastres naturais causaram a morte de 312 mil pessoas e afectaram directamente as vidas de 277 milhões de latino-americanos, entre 1998 e 2020. A informação consta do relatório da Organização Meteorológica Mundial (OMM), divulgado esta terça-feira, intitulado “O Estado do Clima na América Latina e Caribe”, que mostra como as mudanças climáticas estão a ameaçar a saúde, a produção de alimentos e energia, bem como o sector de água e ambiente na região.

A OMM revela ainda, que a seca fez baixar o caudal dos rios, reduziu as colheitas e agravou a insegurança alimentar em várias áreas. O estudo revela que o ano passado foi o segundo mais quente da América do Sul e esteve entre os três mais quentes da América Central e do Caribe.

As vagas de calor afectaram a região, com muitos países sul[1]americanos a registarem temperaturas acima de 40 graus Celsius. O estudo faz um alerta especial sobre os incêndios e desflorestamento, que são vitais para a captura de carbono da atmosfera.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here