Quinta-feira, Setembro 16, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioInternacionalPandemia deixa 23 milhões de crianças sem vacinas básicas no mundo

Pandemia deixa 23 milhões de crianças sem vacinas básicas no mundo

- PUBLICIDADE -

A pandemia da COVID-19 deixou 23 milhões de crianças sem vacinas básicas em 2020 no mundo, facto que pode aumentar as chances de ressurgimento de doenças. A informação foi avançada esta quinta-feira pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

O número registado em 2020 representa um aumento de mais 3,7 milhões do que em 2019. As duas organizações estimam que até 17 milhões destas crianças possam não ter recebido uma única inoculação no ano passado, muitas a viver em locais de conflito, remotos e em sítios sem acesso a serviços básicos de saúde.

O director[1]geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, afirmou que as atenções globais para as vacinas contra a COVID-19 leva a um recuo significativo em outras vacinas, deixando as crianças em risco de doenças devastadoras que podem ser evitadas, como o sarampo, a poliomielite ou a meningite.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here