PMA vai aumentar assistência humanitária às vítimas do terrorismo e calamidades naturais

0
130

O Programa Mundial de Alimentação (PMA) anunciou que vai aumentar a assistência humanitária às vítimas do terrorismo e das calamidades naturais. A garantia foi dada pelo Director-Executivo do PMA, David Beasley, no fim da audiência concedida pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, por ocasião da visita de trabalho que efectua desde segunda-feira ao país.

O PMA presta assistência a 1.9 milhão de moçambicanos, destes 1.2 milhão de pessoas é vítima de calamidades naturais e 700 mil deslocadas em consequência de actos terroristas que assolam os distritos a norte de Cabo Delgado. David Beasley acrescentou que o PMA pretende maximizar os esforços, de modo a abranger cada vez mais pessoas a viverem em situação de crise humanitária em Moçambique.

A delegação do PMA trabalhou esta terça-feira na província de Cabo Delgado onde avaliou a crise humanitária provocada pelos ataques dos grupos terroristas. Os ataques concentram-se nos distritos de Macomia, Palma, Quissanga, Mocímboa da Praia, Nangade, Muidumbe e Mueda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui