Quase a metade da população recebe serviços de saúde

0
159

Quarenta e oito por cento da população no continente africano recebe os serviços de saúde de que precisam. A informação foi divulgada esta terça-feira, pelo presidente do Quénia, Uhuru Kenyatta, durante a Conferência Internacional da Agenda de Saúde da África para 2021.

Kenyatta lembrou que a qualidade dos serviços de saúde prestados em países africanos é considerada o pior da cobertura universal de saúde. O último relatório sobre estado da cobertura universal de saúde em África, publicado este ano, indica que os sistemas de saúde do continente africano enfrentam dificuldades para atender às necessidades de saúde dos pobres, deficientes e outros grupos vulneráveis.

O relatório revela que a cobertura de serviços essenciais necessários para mulheres e meninas no continente é baixa. De acordo com o relatório, 49 por cento das mulheres africanas tiveram a sua necessidade de planeamento familiar satisfeita por métodos modernos.

O relatório recomenda o fortalecimento dos cuidados primários, contratação de mais profissionais de saúde e investimento em tecnologias de saúde para melhorar o desempenho de todas as funções do sistema de saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui