Quinta-feira, Setembro 23, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioPodCastXipalapala Info do dia 09 de Julho

Xipalapala Info do dia 09 de Julho

De acordo com a ONU, antes da pandemia, estimava-se que 2 milhões de pessoas enfrentariam uma grave insegurança alimentar em todo o país, o número está a aumentar devido aos impactos relacionados com a pandemia.

- PUBLICIDADE -

Nampula: Diagnosticadas mais de 300 pessoas com perturbações mentais

Mais de 300 pessoas com problemas de perturbação mental, decorrentes de consumo abusivo de álcool, foram diagnosticados este ano, em Nampula, segundo indicam dados fornecidos pelo Gabinete Provincial de Prevenção e Combate à Droga(GPPCD). Segundo a directora interina do GPPCD, Isabel Sanfins, o quadro preocupa o sector, a semelhança do que já foi manifestado, anteriormente pelo sector de saúde.

Para mitigar a situação, o Gabinete está a levar realizar actividades de sensibilização das comunidades, sobre os malefícios das bebidas alcoólicas, a semelhança das drogas. Além disso, também se incentiva aos familiares e amigos de pessoas com sinais de doenças mentais, a conduzi-las muito cedo, às unidades sanitárias para devida consulta. Em tempos de pandemia, as autoridades reforçam o desaconselhamento o consumo excessivo de álcool e de outras substâncias psico-activas pois as alterações mentais podem causar relaxamento das medidas de prevenção da COVID-19.

Mulheres e raparigas são as mais afectadas pelo HIV na África Subsaariana

De acordo com o relatório anual da agência das Nações Unidas para o HIV/Sida (ONUSIDA), as mulheres e raparigas continuam a ser as mais afectadas pela doença na África Subsaariana, representando 59 por cento das novas infecções registadas na região em 2019. Dados do documento indicam que em média 4.500 adolescentes e jovens mulheres com idades entre os 15 e os 24 anos ficaram infectadas por semana, em 2019.

Na África Austral e Oriental, três em cada cinco novas infecções ocorreram entre mulheres, e a incidência de infecções por HIV entre os 15 e 24 anos permanece elevada.

O relatório aponta ainda que as raparigas têm 2,5 vezes mais probabilidades de contrair infecções do que os rapazes. Nas regiões da África Ocidental e Central, as mulheres e raparigas representaram 58 por cento das 240 mil novas infeções estimadas em 2019. Cerca de dois terços das novas infecções por HIV entre adultos registaram-se entre trabalhadores do sexo (19 por cento), homossexuais e outros homens que fazem sexo com homens (21 por cento), clientes de trabalhadores do sexo e parceiros sexuais destes (27 por cento).

INGC apoia cerca de 800 famílias na produção de comida

O Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC), está a assistir perto de 800 famílias nos bairros de reassentamento nos distritos de Mocuba e Maganja da Costa na provincia da Zambézia, no quadro de produção de comida para evitar situação de fome na era da COVID-19.

Segundo o delegado provincial do INGC, Nelson Ludovico, os produtos distribuídos resultam de apoios de parceiros de cooperação da instituição, para criar
condições para que as populações possam produzir comida, mesmo durante a pandemia. Além disso, o INGC da Zambézia, vai assistir cerca de 200 pessoas com deficiência para minimizar os efeitos da COVID-19.

De acordo com a ONU, antes da pandemia, estimava-se que 2 milhões de pessoas enfrentariam uma grave insegurança alimentar em todo o país, o número está a aumentar devido aos impactos relacionados com a pandemia.

Relatório da Rede de Sistemas de Alerta Antecipado de Fome revelou que o abrandamento da economia, o aumento do preço dos alimentos, as retrições de circulação fronteiriça, o desemprego entre outras situações geradas pela pandemia podem agravar a insegurança alimentar em alguns pontos do país e as famílias mais vulneráveis poderão entrar no nível de crise alimentar.

SABIA QUE…
Sabia que o ovo é considerado o segundo alimento mais completo depois do leite materno? O ovo é o segundo alimento mais rico em nutrientes, perdendo apenas para o leite materno. O ovo tem proteínas, vitaminas e minerais por isso dever ser consumido por todos, principalmente as crianças e as mulheres grávidas. Consumir ovo regularmente ajuda na manutenção da saúde dos olhos, ajuda na prevenção da anemia, a controlar a pressão arterial, o ovo possui também o ácido fólico que é muito importante para as
gestantes durante a formação do feto.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here