Quinta-feira, Setembro 23, 2021
- PUBLICIDADE -spot_img
InicioPodCastXipalapala Info do dia 16 de Julho

Xipalapala Info do dia 16 de Julho

A anemia pode ser evitada com uma alimentação equilibrada, ou seja, que contenha ferro, vitaminas e outros nutrientes? A ausência do ferro no organismo é uma das principais causas da anemia. O feijão e os vegetais de folhas verdes escuras são uma das melhores fontes naturais de ferro.

- PUBLICIDADE -

Moçambique pede maior celeridade no desembolso dos apoios

O Governo moçambicano quer maior celeridade no desembolso dos apoios anunciados pelos parceiros internacionais para que cheguem em tempo útil à população. Segundo o ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Celso Correia, o país está mergulhado em crises, nos últimos anos, tendo sido afectado por constantes calamidades naturais como a seca, os ciclones Idai e Kenneth e agora a COVID-19, além da situação em Cabo Delgado. Muitos apoios foram prometidos, mas os desembolsos tardam a chegar.

A informação foi partilhada num encontro realizado, na última segunda-feira, na capital moçambicana entre o Alto Comissariado Britânico, os ministérios da Indústria e Comércio, Agricultura e Desenvolvimento Rural e 80 empresas britânicas para discutir sobre os impactos e desafios da COVID-19 e as oportunidades na área da agricultura.

Na ocasião, o Governo moçambicano anunciou que pretende construir novas cadeias de valor para permitir que mais pessoas dependentes da agricultura possam evoluir da agricultura de subsistência para a comercial. Para o ministro de Indústria e Comércio, Carlos Mesquita, tanto na agricultura como no comércio, há uma necessidade de expansão e modernização das indústrias, com maior acesso à internet e uma economia mais digital.

A alta comissária britânica em Moçambique, NneNne Iwuji-Eme, reforçou o compromisso em continuar com uma parceria de benefício mútuo, sublinhando que estão abertas plataformas de diálogo entre o governo moçambicano e o sector privado britânico.

Violência baseada no género: FNUAP alerta a necessidade de proteger mulheres e meninas

O Fundo das Nações Unidas para a População (FNUAP) alerta para a necessidade de proteger mulheres e meninas, sobretudo da violência baseada no género. Segundo a diretora-executiva do FNUAP, Natalia Kanem, o progresso global para colocar um fim às diversas agressões contra mulheres poderá sofrer sérios retrocessos, de pelo menos um terço devido a pandemia.

Além disso, o acesso à saúde sexual e reprodutiva, como pré-natal e contraceptivos, também está ameaçado. De acordo com uma pesquisa recente do FNUAP, se as medidas de isolamento social e interrupção de serviços relacionadas à COVID-19 durarem por seis meses, 31 milhões de casos adicionais de violência contra mulher podem ser esperados, e 47 milhões de mulheres em 114 países de renda média, podem ficar sem acesso a métodos contraceptivos modernos. Isso levaria a 7 milhões de gravidezes não planificadas. Para Kanem, mensagens públicas positivas sobre a equidade de género que desafiam estereótipos de género e normas sociais nocivas podem reduzir o risco de violência.

Moçambique vai receber financiamento para prevenção e tratamento de doenças
Moçambique poderá receber, do Fundo Global, mais de 750 milhões de dólares para prevenção e tratamento do HIV/SIDA, malária e tuberculose.

Segundo o secretário-executivo do Conselho Nacional de Combate ao SIDA, Francisco Mbofana, o país está em contacto com o Fundo Global e tudo indica que a proposta submetida para as três doenças será aprovada. Mbofana relevou ainda que maior parte desse recurso será para área do HIV, onde pretende-se alocar 545 milhões.

Essa ajuda, será para um período de três anos, que terá início no dia 1 de Janeiro de 2021 e terminará a 31 de Dezembro de 2023. Esta informação foi partilhada durante a Primeira sessão do Conselho directivo nacional de Combate ao HIV/SIDA, dirigida pelo Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário.

SABIA QUE…
A anemia pode ser evitada com uma alimentação equilibrada, ou seja, que contenha ferro, vitaminas e outros nutrientes? A ausência do ferro no organismo é uma das principais causas da anemia. O feijão e os vegetais de folhas verdes escuras são uma das melhores fontes naturais de ferro. Um outro alimento óptimo para combater a anemia, é a beterraba que pode ser usada na salada ou mesmo para preparar sumos que podem ser consumidos diariamente. As frutas com vitamina C, como a laranja, limão, tangerina e o maracujá são de extrema importância no combate a anemia, pois permitem a absorção do ferro.

Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Ao se inscrever no nosso newsletter, você concorda com nossos Termos de uso e Política de privacidade.

- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img
spot_img
- PUBLICIDADE -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here